Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

sexta-feira, agosto 31

Gualter Ego

Paulo Gorjão reparou que, numa entrevista qualquer, Gualter não-sei-quê disse que "daqui a uns meses" o debate dos transgénicos poderá "saltar para a sociedade civil ou não".

(O "ou não" não é para aqui chamado).

Ele, Gorjão, o Gualter Ego, "reteve" a "confiança aparentemente despropositada" com que o tal Walter o disse. O nosso pidezito tem olho.

Ele "retém", o que é coisa ao alcance de muito poucos. E depois é capaz de vislumbrar, através de um ecrã de tv, "confianças aparentemente despropositadas". Só isto dava um programa inteiro (mas agora não temos tempo).

O nosso pidezito especula em directo e ao vivo: "De duas, uma", garante ele. Ou o maluco do Gualter foi por um "acto de bluff" ou "então"

(isto tá-se a complicar)

"foi pouco cuidadoso e não resistiu a antecipar que haverá novidades daqui a algum tempo".

Bela dúvida. Mas isso não interessa nada. O que interessa, para quem esteja interessado, é que tudo o que o Gualter disse fica, segundo o nosso pidezito oficial, registado "para memória futura". Olá se fica! E portanto "veremos, daqui a uns meses", ui, ui, olá se veremos!

Eu, confesso, não entendo. Um tipo assim, que "retém", que vê através de um ecrã "confianças aparentemente desprositadas", que regista "bluffs" e/ou afirmações "pouco cuidadosas", e que até constata publicamente, "para memória futura", as "novidades" anunciadas por um activista numa televisão,

sim,

um tipo assim,

pergunto eu,

COMO É QUE NÃO TÁ NA VOSSA FOLHA DE PAGAMENTOS?
|| JPH, 05:43 || link || (3) comments |

sábado, agosto 25

EPC, 1944-2007


Morreu hoje de manhã, aos 63 anos, em casa, vítima de ataque cardíaco. Os nossos caminhos só se cruzaram uma vez, por mail, por causa do que ele escreveu a propósito de um vómito em forma de livro assinado por Manuel Maria Carrilho. Não gostei da troca epistolar - mas compreendo os malabarismos da amizade. Sendo um dos intelectuais mais politicamente influentes das últimas décadas, foi também, claro, dos mais atacados. "Bolinha semiótica" foi o mínimo que lhe chamaram - e muita gente o fez. Amanhã, face ao delírio hagiográfico de vários cronistas perante a notícia da sua morte, a sua crónica seria certamente a mais deliciosa de se ler.
|| JPH, 19:08 || link || (1) comments |

terça-feira, agosto 21

Bloco escolhe Açores para acampamento do Verão de 2008

'Cannabis' da ilha do Pico está entre as melhores da Europa
|| JPH, 12:24 || link || (0) comments |

Boa onda no canal

'Cannabis' da ilha do Pico está entre as melhores da Europa
|| JPH, 12:20 || link || (0) comments |

segunda-feira, agosto 20

Razões de orgulho

'Cannabis' da ilha do Pico está entre as melhores da Europa
|| JPH, 15:52 || link || (0) comments |

domingo, agosto 19

Um dia não são dias

Hoje gosto de José Pacheco Pereira.
|| JPH, 17:11 || link || (0) comments |

sexta-feira, agosto 17

Ecoterrorismo

Em tempos, há muitas, muitas décadas, cobri para o DN uma Presidência Aberta de Soares exclusivamente dedicada ao Ambiente. 18-dias-18 pelo país "offroad" conhecendo os mais diversos problemas ecológico. De Norte a Sul, num programa maluco à Soares com 300 paragens por dia em todas as estações e apeadeiros e, inclusivamente, um saltinho de três dias aos Açores. Desses dias recordo as queixas angustiadas de criadores de ovelhas e de cabras da zona do Tejo internacional (Beira Interior) com os ecologistas fundamentalistas que insistiam em proteger imenso as raposas e lobos da zona - que por sua vez se alimentavam do ganha pão dos tais criadores (e respectivos pastores). A comitiva estava toda - a começar pelos jornalistas - imbuída dos melhores sentimentos ecológicos e nesse momento percebemos, muitos de nós, que nem tanto ao mar nem tanto à terra. Quando sei que uma cambada de imbecis destruiram hoje uma plantação de milho transgénico em Silves, a minha tendência imediata é para pensamentos suaves. Do género:

- Puta qu'os pariu!

E espero bem que aqueles meninos e meninas sejam todos devidamente identificados e devidamente julgados e devidamente punidos, de forma exemplar e tudo, o que até poderia passar por pô-los lá naquela propriedade a replantar tudo o que destruiram, de sol a sol, de preferência vigiados de muito perto guardas prisionais discretamente armados de "shot guns". O ecoterrorismo chegou a Portugal e é melhor que o mundo saiba que cá não irá longe.
|| JPH, 16:39 || link || (5) comments |

segunda-feira, agosto 6

Old habits die hard

No Causa Nossa, Vital Moreira confunde concordância com lealdade: quem discorda não pode ser leal. Há sítios de uma pessoa nunca sai. Questões de feitio.

Numa entrevista, Zita Seabra acusa o PCP: "Roubaram-me a juventude." E assim ficamos todos a saber que Zita não entrou no PCP de livre vontade, foi antes o PCP que a sequestrou. Ela nem pensava pela sua própria cabeça. Pobre Zita.
|| JPH, 23:07 || link || (0) comments |

domingo, agosto 5

O Quim sem melancolia

Quando conheço um blogger, faço sempre um exercício idiota: ele é o seu blog? Ou seja: ele tem cara disso? É um exercício tão inútil e irreprimível como o de procurar a personagem no autor. Mas não se resiste: tu és exactamente aquilo que escreves? Ninguém é, mas não interessa. A averiguação é que é, em si, o divertimento. O Quim, por exemplo, é um Respirar sem melancolia.
ASL
|| JPH, 12:43 || link || (0) comments |

sábado, agosto 4

Somos todos bolas de Berlim

Viva Cavaco.
ASL
|| JPH, 17:54 || link || (0) comments |

sexta-feira, agosto 3

Vitória! (II)

Estou no MIL (Movimento de Informação é Liberdade) desde o primeiro segundo. Orgulho-me de ter estado entre os que convocaram a reunião fundadora. E portanto foi hoje com muita alegria que soube do veto político do Presidente da República ao novo Estatuto do Jornalista. O objectivo número um do MIL era impedir a promulgação do diploma. E isso foi conseguido. Factos são factos.

Pelo meio deu para perceber a desorientação governamental. E até o desespero, bem audível nas palavras do primeiro-ministro na entrevista à SIC, quando considerou um "insulto" os termos do Alerta ao País lançado pelo MIL.

É evidente que o engº Sócrates - além de precisar urgentemente que lhe ofereçam um dicionário -, lida mal com as opiniões que o contradizem. E lida pior ainda quando essas opiniões se organizam e desencadeiam um movimento como o MIL - forte em quantidade e em qualidade.

Uma nota também para o ministro Augusto Santos Silva. Hoje, ao reagir ao veto presidencial, deu mostrar de já estar completamente desligado da realidade. Ao dizer que o veto não toca no essencial do novo Estatuto o ministro atingiu o puro delírio. Se o segredo profissional e o novo regime sancionatório não são o essencial do novo Estatuto então nada é o essencial.

Hoje foi um dia feliz. Para quem está no MIL desde o primeiro momento, só há uma certeza: está para vir o mais difícil. Para o professor Vital Moreira umas excelentes férias.
|| JPH, 23:23 || link || (0) comments |

Vitória!

O Presidente vetou o novo Estatuto dos Jornalistas.
|| JPH, 21:09 || link || (1) comments |