Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

segunda-feira, setembro 22

Um post a roçar a provocação...






O que está a passar-se no mundo capitalista (o nosso), com as crises financeiras e as falências, é o capitalismo, ele próprio, a funcionar em todo o seu esplendor…
O que está a passar nos Estados Unidos é capitalismo de Estado, no seu estado mais puro, com o Estado a subsidiar os prejuízos de algumas empresas para preservar o mercado.



E quem diz capitalismo de Estado também diz socialismo de Estado, como o que houve na defunta URSS, que a afirmação continua a ser verdadeira…

(Um post a roçar a provocação e em que o rigor científico fica a perder para a loquacidade e perversão da observação)
|| Nuno Simas, 00:46 || link || (15) comments |

terça-feira, setembro 16

O complexo problema da coabitação

Eu ia pra postar sobre o complexo problema da coabitação Cavaco-Sócrates, ou seja, a coabitação de duas maiorias de sinal oposto (ou divergente, se preferirem) que elegeram dois tipos exactamente com o mesmo objectivo: mandar nisto. Iria dizer, pra começar, que aconteceu exactamente o que sempre previ (mas não há maneira de encontrar onde previ): a "cooperação estratégica" iria correr mt bem exactamente até ao dia em que começasse a correr muito mal. Não sei porquê ocorreu, em vez disso, reproduzir este importante diálogo.

De All In a 11 de Setembro de 2008 às 16:07
Se o Harry vê isto...
Já agora Senhor maradona, que manchas brancas são aquelas no joelho direito? Vaselina?

De maradona a 11 de Setembro de 2008 às 19:04
são crostas (arrancadas) de jogar à bola, meu paneleirão.

De All In a 11 de Setembro de 2008 às 21:20
Jogar à bola? Pois...Na minha terra chama-se andar a arrastar os joelhitos pela carpete mas tá bem... Melhoras para o menisco e ligamentos.

De maradona a 11 de Setembro de 2008 às 21:33
se os joelhitos arrastam nas carpetes é para ganharem electricidade estática a fim acertar melhor nessas trombas, oh meu caralhinho.... tens os meniscos e ligamentos das cordas vocais muito ginasticados para o meu gosto... vê lá se não te obrigo a consultar o departamento clinico do benfica.

De All In a 11 de Setembro de 2008 às 21:59
Domingo, 10:00 PM, Parque Eduardo VII de Inglaterra junto à Estufa Fria. Escolha a arma. Levo meias cor-de-rosa.

De maradona a 11 de Setembro de 2008 às 22:45
a minha unica arma é a convicção de uma causa justa.

De All In a 11 de Setembro de 2008 às 23:27
Hummmm.....E com essa ganhou o duelo e o meu (mesmo que não lhe interesse) respeito eterno. Pagava-lhe de bom grado uma Ruinart.
|| JPH, 11:52 || link || (5) comments |

quinta-feira, setembro 11

Ler Timothy Garton Ash

Uma das tarefas do meu dia será arranjar tempo para ler este artigo de Timothy Garton Ash, ontem no "The Guardian"

Começa asssim...

The seven years since 9/11 reveal an old truth: Problems are usually not solved, just overtaken by other problems. Those of 8/8, for example. On Aug. 8, 2008, two mighty nations announced their return to world history. Russia, invading Georgia, did it with tanks. China, launching the Olympics, did it with acrobats. The message was the same: World, we're back.

... e tem esta frase...

While order is threatened, liberty is no longer self-evidently on the march. The French refer to their 30 years of growth after the Second World War as the trente glorieuses. Future historians may see the three decades from Portugal's 1974 revolution of the carnations to Ukraine's 2004 Orange Revolution as a trente glorieuses for the spread of liberty. But Russia and China are not just great powers challenging the West. They represent alternative versions of authoritarian capitalism, or capitalist authoritarianism - the biggest potential competitor to liberal democratic capitalism since communism.
|| Nuno Simas, 12:47 || link || (1) comments |

quarta-feira, setembro 10

Cavaco-Sócrates: Cooperação quê?

Quem pensava que Cavaco Silva era o notário do Governo em Belém enganou-se...
Muitas leis passam, claro, mas a maioria PS irritpu o Presidente.
Se não, vejamos...
Com o Presidente a vetar uma marca de esquerda do PS (lei dos divórcio), a fazer uma comunicação ao país para avisar que não gostava que lhe mexessem nos poderes, com um ministro que se queixa de um veto (sem nunca o dizer explicitamente, mas..), vom o PS a fazer cosmética nas "emendas" e resposta aos alertas presidenciais no Estatuto dos Açores, o PS a fazer cosmética nas alterações minimalistas na lei do divórcio o resultado só podia mesmo ser este.
É a primeira vez que Cavaco faz um comunicado a contrariar o Governo.
A cooperação pode continuar a ser estratégica, mas é menos cor-de-rosa.
E fica o sinal de Cavaco.
Ele que tantas vezes diz que não pode, pelo cargo que ocupa, fazer comentários EM PÚBLICO sobre assuntos de governação...
|| Nuno Simas, 22:25 || link || (0) comments |

segunda-feira, setembro 8

Descer para cima


Os liberais da blogosfera estão escandalizados: a administração Bush nacionalizou (sim, nacionalizou) dois gigantes norte-americanos do mercado hipotecário, a Fannie Mae e a Freddie Mac. "O socialismo atingiu dimensão planetária", lê-se no Blasfémias.


"Este plano é o melhor meio de proteger nossos mercados e os contribuintes do risco sistémico imposto pela situação financeira actual", declarou o secretário americano do Tesouro, Henry Paulson, em entrevista à imprensa. Henry Paulson, toda a gente sabe, é socialista. Por isso foi convidado para o governo de George W. Bush (socialista, claro está).


Outro socialista, Ben Bernanke, presidente da Reserva Federal ("Fed", para os amigos, ou seja, o banco central dos EUA), disse que estas são "etapas necessárias" que "vão ajudar a reforçar o mercado americano imobiliário e a promover estabilidade nos mercados financeiros".


E as bolsas, que também são socialistas, até parecem estar a reagir bem. A nossa e a dos EUA.


Os liberais da luso-blogosfera são muito parecidos com o que foram em tempos os marxistas: pensam seguindo exclusivamente a sua cartilha. A cartilha é o que é e daí não saem - a realidade que se lixe.


Se estivessem atentos à realidade então se calhar seriam forçados a admitir que de vez em quando a cartilha falha. Que é preciso puxar pelos neurónios e voltar a olhar para a realidade. Quem sabe até, porque não?, pensar um bocadinho.


Fui evidentemente demasiado simpático para os liberais da blogosfera ao dizer que "pensam por cartilha". "Pensar por cartilha", está bem de ver, é uma expressão contraditória nos termos. É assim como descer para cima.
|| JPH, 15:25 || link || (10) comments |

Uma ou duas notas (vi)

6. Li, há meses, um texto de Helmut Schimdt sobre o comunismo, o fim da União Soviética e a crise do comunismo. Ele lembrava que o "sonho" pela igualdade não fora Marx nem Lenine a "inventá-lo", nascera sim com a Revolução Francesa, há mais de 200 anos. E concluia que o comunismo não morria porque o Homem jamais desistirá do "sonho pela igualdade"! Deve ter razão!
|| Nuno Simas, 01:31 || link || (0) comments |

Uma ou duas notas (v)

5. Na moda estavam as boinas, bascas (pretas) ou vermelhas, mais inspiradas na "revolucion" de Chavez. Havia os mais friorentos, com chapéus em pele a imitar os barretes russos, ou os bivaques do Exército da ex-RDA.
|| Nuno Simas, 01:29 || link || (19) comments |

Uma ou duas notas (iv)


4. Fantástica estava a exposição de Rogério Ribeiro, junto ao Café d'Amizade. Estavam os originais das ilustrações para o livro "Até Amanhã, Camaradas".
|| Nuno Simas, 01:21 || link || (0) comments |

Uma ou duas notas (iii)

3. Na Festa do Avante impressionou-me a reabilitação da URSS. Não tenho nada contra. Cada um faz o que quer. Assisti a parte de um debate (na Feira do Livro) com dois historiadores americanos que escreveram "O Socialismo Traído" e nem uma só vez ouvir uma letra, uma palavra, uma frase sobre a repressão dos regimes comunistas, da opressão. Antes ouvi um velho comunista falar no "afastamento entre as elites e o povo" ou nos avisos de Estaline sobre os nacionalismos...
|| Nuno Simas, 01:17 || link || (0) comments |

Uma ou duas notas (ii)

2. Antes de ir para a Atalaia, fui à catedral do consumismo - o Colombo - e descobri que já é Natal!... Ora, ora... já há uma zona do CC (Centro Comercial... não confundir com Comité Central...) com pinheiros e luzinhas. Apesar de ser dia, muita gente estar na praia e o Natak ser apenas daqui a ... quatro meses!
|| Nuno Simas, 01:15 || link || (0) comments |

Uma ou duas notas

1. Estive na festa do Avante! e venho varado de ideologia - a mesma de sempre. Os mais afoitos arriscam-se a uma embriaguês de socialismo...
A Festa - como dizem os camaradas - é engraçada.
|| Nuno Simas, 01:12 || link || (0) comments |

quarta-feira, setembro 3

Mentirinhas

É claro que os media nacionais deram ontem, ao longo de todo o dia, a voz ao advogado das vítimas da Casa Pia, Miguel Matias. Falou na rádio, nas TVs, nos jornais. E o juiz Rui Teixeira só não reagiu porque não quis. Mas isso para o anónimo José não interessa nada. Confirma-se: "Não deixe que a verdade estrague uma boa notícia."
|| JPH, 15:39 || link || (3) comments |