Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

quarta-feira, abril 28

A Margarida de Nemésio

É já depois de velho que Vitorino Nemésio se dedica à escrita erótica. Esses textos eram escritos para "Marga", Margarida Vitória, marquesa de Jácome Correia, uma figura estonteante da aristocracia micaelense. A pouco canónica autobiografia de Margarida Vitória - "Os amores da cadela pura" - é das peças mais violentas sobre o modus vivendi das famílias açorianas do século XX. Houve tentativas de apreensão da edição, choro e ranger de dentes. Não gostei especialmente dos "Amores...", mas é um bom retrato de família. Já estive na sala de jantar em que Margarida Vitória, em pequenina, jantava. (Mota Amaral comprou o palácio dos Jácome Correia, por meia dúzia de tostões, e instalou lá a sede do Governo Regional dos Açores, mudando-lhe o nome para Palácio da Conceição). Aquela sala de jantar, negra, forrada a madeira, é, também ela, uma biografia.
|| asl, 22:50

0 Comments:

Add a comment