Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

sexta-feira, agosto 6

Um sonho esquisito

Ontem – e talvez fosse do calor insano – tive um sonho esquisito.
Um enjoo súbito, algumas tonturas ligeiras (no sonho) levaram-me a uma urgência hospitalar. [Ninguém com um enjoo e umas tonturas vai a uma urgência, eu sei. Eu também nunca vou. Mas isto é um sonho].
Ao atravessar o portão de Santa Maria, já vomitava no porta-luvas de R., que se tinha oferecido para me conduzir ao hospital [e também ao IKEA, mas isso é outra história]. R., então, ficou mais preocupado e chamou um tio médico que rapidamente me colocou no serviço de observações. [isto é um sonho, e nem R. tem um tio médico].
Apareceu um médico simpático, que me perguntou a história clínica e a outra. Fui respondendo, enquanto vomitava a marquesa, com uma ou outra ironia. Uma graçola. Dizer o contrário do que queria dizer e, uma ou outra vez, dizer exactamente o que queria dizer parecendo estar a dizer o contrário, para não levar o gajo a pensar que eu estava a dizer aquilo de forma literal e, eventualmente, a ser excessiva ou temerosa.
- O que é que V. quer dizer com isso?, perguntou o médico [a sua estupenda sinceridade comoveu-me um byte].
E, à queima-roupa, não soube responder.
- Agora que me pergunta não faço a mínima ideia.
A doença, afinal, já estava catalogada no anuário clínico. Tinha um nome estranhíssimo em checo, mas entre o restrito grupo de especialistas que empreendiam o seu estudo, era conhecida como “doença das metáforas”.
A “doença das imagens”, no seu estado mais grave, era mortal: conduzia ao fim da comunicação. O sujeito entrava numa espiral metafórica que perdia a base do discurso: mais do que não ser percebido pelo outro (o que ocorre no estado inicial da doença), já não sabia o que estava a dizer.
- E agora o que eu faço?
- Procure o sentido literal das coisas. Será um choque, mas também uma revelação. Uma couve é uma couve. Sabe o que é uma couve?
- Um tipo abúlico?
- Não, uma couve é uma couve. Vá ao mercado, escolha uma redonda e exuberante.
Acordei com o despertador, enjoada de um sonho esquisito, com as tonturas matinais. Quando saí de casa, pelo sim, pelo não, segui para o mercado de Alvalade.
|| asl, 00:31

3 Comments:

chenlina20170117
minnesota vikings jerseys
true religion jeans
michael kors outlet
coach outlet
ugg boots
coach handbags
michael kors handbags
ugg boots
nike outlet
michael kors
Blogger chenlina, at 3:00 AM  
adidas tubular
adidas ultra boost
timberland outlet
nike huaraches
longchamp bags
adidas stan smith men
air max 90
adidas nmd
yeezy boost 350
air max thea
Blogger jeje, at 6:51 AM  
bears jerseys
ray ban sunglasses
oakley sunglasses
true religion jeans
ray bans
omega watches for sale
yeezy boost 350 black
converse shoes
michael kors handbags
dolce and gabbana shoes
20170407
Blogger Unknown, at 10:45 AM  

Add a comment