Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

quarta-feira, abril 20

O novo Papa (um post mais ou menos a sério, uma espécie de declaração de princípios e tal...)

Desta vez, a Santa Madre Igreja e os seus cardeais não nos surpreenderam: escolheram para usar as “sandálias do pescador” o candidato que se esperava, o Cardeal Ratzinger, o defensor da pureza da fé - até nas bolsas de apostas o cardeal alemão estava à frente.
Na verdade, o cardeal que é “simpático”, “reaccionário”, “afável”. “neo-conservador”, “que gosta de Porto”, “rottweiler da fé”, “rottweiler de Deus”, “inteligente”, “muito culto” (poder-se-iam multiplicar as citações de jornais, nacionais e estrangeiros...) é apenas uma escolha na continuidade.
Foi um dos pilares do papado de João Paulo II, ele próprio um conservador empedernido, anti-comunista, naquilo que os “progressistas” mais criticaram em Karol Wojtila: a intolerância a correntes como a Teologia da Libertação, a resistência férrea a abertura da Igreja.
Não sei se isso é bom ou mau, tendo em conta que a Igreja tem 2000 anos de História, mas a crise das ideologias e das religiões poderá justificar outras experiências... na América Latina, por exemplo.
[Àqueles que nos jornais, no éter, na blogosfera vão dizendo que "Ratzinger ainda nos vai surpreender a todos", façamos como São Tomé: Ver para crer!]
|| Nuno Simas, 11:51

0 Comments:

Add a comment