Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

sexta-feira, agosto 26

A puta da realidade

Leio por aqui e por ali, pela blogosfera fora (aquela que leio), nos posts, nas caixas de comentários, nos correios dos leitores, inúmeras referências que revelam exaustão em relação à cobertura dos incêndios - e, como sempre, o bombo (principal, mas não único) da festa são as televisões.

Estão fartas, as pessoas. Já não há paciência: o "popular" desesperado com o fogo; o bombeiro que se queixa da "falta de meios"; o ministro que diz isto e mais aquilo e mais aqueleoutro, sabe-se lá o quê, ninguém verdadeiramente o registou porque ninguém verdadeiramente está disposto a ouvi-lo; o Presidente da República que volta a invocar, pela enésima vez, a porcaria dos "desígnios nacionais" - expondo assim a sua triste impotência, para não dizer total dispensabilidade.

De todos os comentários que já li pela blogosfera fora, nem um único disse algo tão simples como isto: O problema essencial não é que se lê (ou não se lê) nos jornais, o que se ouve (ou não se ouve) nas rádios, o que se vê (ou não se vê) nas televisões. O problema essencial é mesmo a puta da realidade. E saber que, a não ser que chova (muito), para o ano tudo se repetirá, igualzinho, ponto por ponto, dia a dia, hora a hora. A puta realidade, volto a dizer.

Para o Governo (este ou outro qualquer), nada mais conveniente. Enquanto gastamos a nossa capacidade de indignação contra os mensageiros (a famosa "cobertura mediática"), não a gastamos contra a mensagem (os factos, a tal da puta da realidade). Não tarda nada há-de fazer caminho a proposta de não se transmitirem nas televisões os incêndios (Louçã lançou-a, António Costa deu-lhe eco, agora já vai no director da PJ). Boa ideia: é melhor é não falar na crise da Bolsa para não a agravar; ou no défice, para não o agravar; ou na miséria, para não a agravar; ou no "mensalão", para evitar que nos atinga.

Alienado é tanto um político que sugere às televisões que não filmem como um espectador que não percebe que o problema (principal) não é do jornalismo, é do facto em si mesmo. Estão um para outro. Merecem-se.
|| JPH, 16:09

1 Comments:

yeezy boost 350
adidas neo shoes
pandora jewelry
true religion uk
michael kors outlet
reebok outlet
air jordan shoes
lacoste online shop
michael kors handbags
adidas yeezy boost
Blogger 1111141414, at 7:54 AM  

Add a comment