Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

sexta-feira, novembro 4

Ainda o aborto

João Miguel Tavares escreve hoje no DN um arrazoado histérico (pardon, mas adoro devolver mimos) sobre o aborto, confundindo o que não devia ser confundido mas, infelizmente é – e sê-lo-à durante todo este ano, na longa pré-campanha para o novo referendo. JMT confunde a complexa decisão de consciência sobre um aborto com a despenalização do aborto a que, aliás, sugestivamente, chama a "liberalização do aborto". A confusão pode ser por ignorância (acontece...) ou má-fé (o que já chateia), embora valha a pena começar a habituarmo-nos. Expurgar o código penal de uma alínea que prevê a condenação a penas de prisão às mulheres que decidem abortar é – para quase todos os países europeus – uma questão básica de direitos humanos. A decisão sobre o recurso ao aborto será, provavelmente, uma das mais complexas com que alguém um dia será confrontado. O que vai ser referendado não é o recurso ao aborto – é a despenalização do recurso ao aborto. Não é um código ético, moral, de consciência – é o Código Penal. Por má-fé ou arrepiante ignorância, a confusão está instalada. Isto vai perverter todo o debate e, a avaliar pela gravura junta, não se espere terrorismo verbal apenas dos movimentos fundamentalistas católicos.
|| asl, 15:58

1 Comments:

toms outlet
ugg uk
cheap oakley sunglasses
ray ban sunglasses outlet
nike trainers women
canada goose uk
coach outlet
the north face jackets
pittsburgh steelers jerseys
stivali ugg
hzx20161228
Blogger chenlili, at 2:59 AM  

Add a comment