Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

quinta-feira, novembro 17

Três casos práticos

Temos, por um lado, o caso deste senhor, Carlos Borrego, em tempos ministro do Ambiente. Um dia, era ministro, contou publicamente uma anedota javardolas que metia alentejanos e alumínio e hemodiálise.Caiu mal, claro. O ministro demitiu-se imediatamente.Uma decisão aceitável e elogiável. E teve outra vantagem, a demissão: impediu que outros colegas do governo dessem sinais públicos de embaraço, isolando-o e tornando insustentável a sua manutenção no cargo.

Depois temos este senhor, que dispensa apresentações. Já insultou meio mundo: jornalistas, Assembleia da República, imigrantes chineses, opinion-makers, partidos da oposição madeirense, Presidentes da República, etc, etc, etc. Não lhe acontece nada e, pelo contrário, o povo até o vai reelegendo sucessivamente - o que, pelo menos, tem a virtualidade de o manter por lá, evitando que cruze o oceano até o contenente. Pelos vistos há na blogosfera quem o ache, no campo da má educação, um exemplo a seguir.

Por último este senhor, outro que dispensa apresentações. Ainda não pediu desculpas públicas por um artigo que escreveu sobre Nuno Morais Sarmento. Depois, recentemente, recusou-se de novo a pedir desculpa a Carmona Rodrigues por ter sido mal educado com ele no fim de um debate. O povo premiou-o com um dos resultados mais vergonhosos do PS em Lisboa.


Enfim, três casos diferentes, três morais diferentes. No plano simples da boa educação - ou "boa índole", se preferirem - qual deles devemos ensinar aos nossos filhos? E qual devemos exigir aos políticos? E qual devemos impor a nós próprios?
|| JPH, 11:47

1 Comments:

2018326 leilei3915
ralph lauren uk
longchamp outlet
kate spade outlet
kate spade outlet
michael kors outlet
canada goose uk
coach factory outlet
true religion outlet online
polo ralph lauren
pandora outlet
Blogger 洛噷, at 9:31 AM  

Add a comment