Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

quarta-feira, janeiro 11

Faço minhas as suas palavras. Todas.

Dasse...!
Tenho visto por aí muita reacção aos meus erros ortográficos e assim e essas coisas assim. Alguns, boas almas, dizem que é "falta de atenção". De qualquer maneira, aproveito para lamentar que não vos vou poder ajudar a ajudar-me. Tenho 32 anos. A última vez que não dei erros ortoráficos foi numa cópia que fiz no décimo ano (fazia, portanto, cópias aos 15 anos), depois de ter tido tratamento especial da Escola Secundária da Cova da Piedade por nunca terem visto ninguém a dar tantos erros ortográficos. Meteu psicólogo e tudo, que, além de outras coisas, me disse que nunca tinha visto nada assim. Fiquei alguma coisa orgulhoso. A professor de física era o que mais se exasperava. Não percebia como é que eu não conseguia decorar que se escrevia "frequência" em vez de "ferquência". Nada a fazer. O pior que me podem fazer, no entanto, é corrigir-me. Não gosto nada que me corrijam. Prefiro que gozem comigo. Que me chamem nomes. Que humilhem. Também bem gosto que me dêem pancadinhas nas nádegas com um chicote de tiras de cabedal.
maradona
|| JPH, 13:08

0 Comments:

Add a comment