Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

segunda-feira, janeiro 2

O meu livro de 2005

O meu livro de 2005 não é de 2005, é de 2004. Ganhou nesse ano o Pullitzer para a melhor obra não-ficcional. Trata-se de Gulag, de Anne Applebaum. Para quem gosta de ler História, sobretudo contemporânea, é leitura a devorar. Uma escrita ritmada, concisa, investigada até ao tutano, na melhor tradição do melhor jornalismo norte-americano: factos, factos, factos, pouca palha, quase nenhuma, mesmo. Eu aconselho-o, sobretudo a quem gosta de fazer comparações entre o Gulag e o Holocausto, metendo tudo no mesmo saco. E também aos admiradores de Churchill, lá por volta da página 470 (na edição portuguesa, da Civilização), onde se conta como o líder britânico devolveu a Estaline centenas de exilados russos, enfiando-os em comboios de volta a Moscovo (muitos suicidaram-se no caminho, nomeadamente mulheres, atirando-se nas pontes com os filhos ao colo). Muito elucidativo.
|| JPH, 14:26

0 Comments:

Add a comment