Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

domingo, maio 28

os pes da cate

na revista de imprensa deste fim de semana dei com uma página inteira dedicada aos pés da cate blanchett. mais exactamente ao estado dos pés da cate banchett. o estado dos pés da cate blanchett em cannes, na estreia de babel.

lá vem uma foto da blanchett, com um vestido a modos que folclórico (e muita giro, não façam confusão) e umas sandálias metálicas ou coisa que o valha, boa comó milho. estranha-se um bocado a unha do pé não estar pintada, mas pronto. o pior é que os malandros resolveram ampliar um pormenor do calcanhar da rapariga e mostrar ao mundo que está a modos que ressequido, gretado, enfim, uma lástima.

ora eu, que adoro a cate blanchett, começo por achar que raio de ideia, ampliar-lhe o pé para mostrar que a desgraçada não foi à pedicure (adoro este nome, pedicure. a minha avó chamava-lhe calista, mas no tempo da minha mãe já era pedicure. so french). depois fico enternecida. a cate, a estrela cate, que tem aquela cara e aquele corpo e aquela voz, tem os pés gretados. a cate, que recebe não sei quantas centenas de milhar de euros por filme, não conseguiu tempo para ir arranjar os pés antes da estreia.

'ao menos para a próxima não use um calçado tão sofisticado', diz uma legenda. sempre gostava de saber quem são as pessoas que escrevem estes dislates moralisto-convencionalões (e que censuram, por exemplo, a mulher de narana coissoró por ter ido não sei onde -- acho que aos globos de ouro -- de calça e casaco em vez de enfiar um vestido de noite, comentando que ela 'não sabe as regras da etiqueta'. regras da etiqueta começam pela boa educação e pelo respeito, que é coisa de que quem escreve estas coisas, e estabelece a impossibilidade de, por exemplo, não se poder usar ganga 'numa gala' -- pleeeeeaaaase! --, claramente nunca ouviu falar). quer dizer, não, não quero saber quem são estas pessoas. aliás, essas pessoas não interessam nada. o que interessa é a cate. e os pés da cate. e de como os pés dela a tornam comovedoramente próxima. one of us -- das gajas que de vez em quando não têm tempo para ir à depilação, nem para cortar a franja, nem para ir à ginástica, nem para fazer massagens, nem sequer para comprar iogurtes.
|| f., 20:19

0 Comments:

Add a comment