Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

sexta-feira, maio 12

Vingança bárbara (IV)

1. Uma das acusações de que sou alvo no livro de Carrilho é a de ser...casado. Citando: "curiosamente casado com..." Desta não estava à espera. Como é que um tipo se defende disto?

2. Assim como reconheço autoridade ao Professor Carrilho para perorar sobre a instrumentalização profissional de casamentos, também reconheço autoridade a Emídio Rangel para falar sobre agências de comunicação: basta lembrarmo-nos de como ele teorizou sobre modos de "vender" candidatos assim como quem vende sabonetes.

3. Numa parte homenageio o Professor. Ele não aproveitou o livro para me desmentir a notícia - que escrevi citando-o - em que ele prometia "terraplanar" o Parque Eduardo VII. Fica para o volume II.

4. Na foto: Carrilho, Bárbara e o respectivo filho numa reportagem da Caras em Junho de 2005 (período de pré-campanha eleitoral autárquica). É deste "jornalismo" que o Professor gosta: dócil, autorizado e a pedido.
|| JPH, 13:13

0 Comments:

Add a comment