Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

terça-feira, junho 6

Como NEGAR o INEGÁVEL?

Eis como:
(Retirado da Rádio Renascença)

Escolha da data não revela oportunismo, diz Fenprof

A Fenprof nega que tenha havido qualquer oportunismo ao ter convocado a greve para dia 14, precisamente entre dois feriados. Na prática, isto significa três dias sem aulas em alguns concelhos.A data da paralisação está a dividir a classe docente. António Avelãs, da Fenprof, explica que, por motivos legais e para não coincidir com os exames nacionais, este sindicato teve de escolher o dia 14 e, por isso, não vai alterar a data da greve."O pré-aviso de greve tem de ser entregue com uma antecedência de 5 ou 10 dias. Se fizermos as contas e se partirmos do princípio que a Fenprof decidiu que não ia fazer greve em período de exames, os únicos dias possíveis para fazer greve é 12, 14 e 16", afirmou o sindicalista.

Pode até nem ser oportunismo, mas que a data é um convite à "ponte", lá isso é. Que neste caso se traduz em "engordar" os números da greve... Tácticas são tácticas.
|| Nuno Simas, 12:59

0 Comments:

Add a comment