Glória Fácil...

...para Ana Sá Lopes (asl), Nuno Simas (ns) e João Pedro Henriques (JPH). Sobre tudo.[Correio para gfacil@gmail.com]

sábado, março 24

É feio, senhor Presidente!

Cavaco Silva bem pode dizer quais os critérios, mas não vai conseguir explicar porque raio excluiu o principal rosto da adesão de Portugal à CEE – Mário Soares – do debate de segunda-feira no Palácio de Belém, para assinalar os 50 anos do Tratado de Roma.

Convida ex-ministros dos Negócios Estrangeiros e não convida os ex-primeiros-ministros?
Não podem ser critérios mesquinhos – por ser uma espécie de inimigo íntimo de Soares nos últimos 20 anos.
Não pode ser por ter derrotado Mário Soares nas últimas eleições presidenciais.
Não pode ser por inexperiência política – Cavaco é um profissional, por mais que diga que não.
Não pode ser por distracção.
Não pode ser por não querer convidar Santana Lopes (outro ex-primeiro-ministro), para Belém.

Diz o Presidente que o objectivo é “homenagear os funcionários executivos que criaram condições para uma boa adesão e o bom desempenho que se seguiu”.

Há uma coisa que Cavaco Silva esquece: não foram os “funcionários executivos” que puseram Portugal na CEE.
Foram os políticos, e começaram a fazê-lo logo em 1974 e 1975.
Foram políticos como Mário Soares, entre outros, claro, a quem devemos, para bem e para o mal, a Democracia tal como a conhecemos e (felizmente) a vivemos.
Por isso, É FEIO Mário Soares ficar de fora.
Porque não há argumentos válidos para Mário Soares ficar de fora a nnão ser um ou outro mais ou menos burocrático.
Disse.
|| Nuno Simas, 22:23

0 Comments:

Add a comment